Lonna: a nova ilha de Helsinki

A ilha de Lonna sempre esteve lá, mas, até 2014, ela só podia ser admirada à distância. Localizada não muito distante do South Harbour de Helsinki, apenas 10 minutos são necessários para chegar até ela. No passado, cidadãos comuns não tinham acesso à ilha: turistas passavam por ela em passeios de barco, no caminho para Suomenllina, uma fortaleza construída pelos suecos em 1748. Estima-se que, em 2013, um milhão de pessoas tenha passado pela ilha sem poder conhecê-la de perto.

Lonna teve seu papel na história da Finlândia: no início do século XIX, foi ponto de negociação entre a Suécia e a Rússia, para, depois da Segunda Guerra Mundial ser utilizada como centro de desmagnetização de navios (um processo que permite grandes navios evitar o disparo de minas explosivas). Os seus seis prédios de tijolos vermelhos foram renovados, e fala-se em construir uma sauna, algo muito popular na cultura finlandesa.

Em menos de meia hora é possível percorrer o perímetro do local. Com um café e um restaurante, a ilha atrai pessoas que buscam almoçar, fazer um pic-nic ou apenas pegar um sol. Prepare-se para ver cisnes, gansos e gaivotas pela costa – o oceano e o ar fresco do arquipélago são uma área de recreação para a capital finlandesa.


Eeva Tulenheimo

Ah, quer mais um motivo pra ir lá? O restaurante de Lonna foi projetado pela designer finlandesa Salla Kantokorpi, uma das fundadoras do FemAct, movimento que organizou um importante evento sobre o papel do feminismo nas eleições parlamentares do país em 2015.

Seja o primeiro a comentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *